Cadastrar

7 dicas e ferramentas para uma gestão de desempenho eficaz

7 dicas e ferramentas para uma gestão de desempenho eficaz
Equipe Bitrix24
10 de dezembro de 2021
Última atualização: 10 de dezembro de 2021

Gerenciar o desempenho vai muito além de olhar apenas para a performance de um único colaborador. Quando ferramentas de gestão de desempenho são aplicadas no negócio como um todo, a companhia decola cada vez mais. Em todos os sentidos.

Através deste guia, conheça as principais técnicas e ferramentas para realizar a gestão de performance e atingir os melhores resultados com o seu time.

O que é a gestão de desempenho?

Como gestão de desempenho, podemos definir “o ato de identificar, medir e desenvolver o desempenho de colaboradores individuais e seu time, visando alinhar tal performance aos objetivos da companhia como um todo”. 

É importante ter em mente que a gestão de desempenho organizacional é um processo contínuo. Portanto, a equipe de RH e os gestores devem estar sempre questionando novas estratégias adaptáveis às suas necessidades e realidades vigentes. 

Em um mercado tão competitivo, medir e propor formas de melhoria constantes é ideal (e necessário) para se sobressair em meio à concorrência e garantir o sucesso organizacional a longo prazo. Por isso, jamais ignore a importância das ferramentas de gestão de desempenho e suas possíveis aplicações para mensurar e evoluir as ações do seu time.

Principais técnicas e ferramentas de gestão de desempenho: 

Todo bom líder, profissional de RH ou gestor deve saber que existem várias maneiras de abordar a gestão de performance em sua equipe. A seguir, conheça as principais estratégias e ferramentas disponíveis para tornar o processo mais simples. 

Os famosos KPIs – indicadores de desempenho

Você já ouviu falar em KPIs? Também conhecidos como indicadores-chave de desempenho, os KPIs são ferramentas de gestão de desempenho importantíssimas. Eles servem não apenas para mensurar, como também direcionar melhor o processo de tomada de decisão dentro da companhia.

Em termos gerais, os KPIs são uma das melhores formas de analisar os resultados como um todo. Vendo, assim, o que está (ou não) sendo bem aplicado – ao medir sua performance – e visualizar se está cumprindo com os objetivos pensados pela organização.

Avaliações de desempenho

Não há como falar sobre ferramentas de gestão de desempenho sem citar as comuns avaliações. Afinal, ao lado dos KPIs, são tidas como as ferramentas mais aplicadas neste sentido.

Em uma avaliação de desempenho, temos como o propósito primordial alinhar as expectativas do colaborador com os objetivos e a estratégia da própria organização.

No entanto, para que os resultados desejados sejam atingidos, o processo deve ser aplicado de forma construtiva e justa. Fluindo, de fato, como uma conversa natural. Além disso, jamais os puna por não concordarem com alguma parte do processo. Mais do que nunca, esteja aberto aos feedbacks dos seus colaboradores! 

Atenção: embora muitas pessoas fiquem em dúvida com a similaridade de nomes, tal avaliação é uma das táticas para aplicar a gestão de desempenho. Por isso, não se confunda entre avaliação de desempenho e o processo geral de gestão de desempenho. São conceitos distintos!


Gestão por objetivos (MBO, GPO ou APO)

Também chamada de administração por objetivos, a gestão por objetivos é uma prática pensada ainda no século passado. Mas, sua aplicação é mais atual do que imaginamos.

O objetivo do MBO, ou do inglês “Management by objectives”, é que os gestores definam em conjunto com os colaboradores os seus objetivos. Logo em seguida, cada funcionário terá uma visão individual de como poderá atingi-los. E, a partir disso, segue-se para o monitoramento do progresso, avaliação de desempenho e fornecimento de feedbacks para os envolvidos. De forma individual.

Aqui, a proposta é que o time trabalhe em prol de objetivos comuns, mas que o MBO meça o desempenho individual para ver se está de acordo com o que foi estabelecido para o todo. Tenha em mente, apenas, que todo o processo é feito passo a passo — focando etapa por etapa.

Estímulos como recompensas e reconhecimentos

Uma companhia que se preocupa em aplicar ferramentas de gestão de desempenho não pode deixar de lado um programa de reconhecimento. De alguma forma, recompense os funcionários que se destacam dos demais por altos níveis de desempenho.

Infelizmente, quando os colaboradores não sentem que a sua alta performance é valorizada, eles tendem a ficar desmotivados. Por isso, para manter o vínculo ativo e a motivação à tona, reconheça os funcionários com ótimo desempenho.

A boa notícia é que existem várias maneiras de fazer isso. Elogie o colaborador para o grupo de trabalho, promova algum bônus/voucher, viagem ou presente exclusivo. Vale ser criativo!

Escala gráfica

Podemos considerar a escala gráfica como uma das mais tradicionais dentre as ferramentas de gestão de desempenho. O motivo para tanta fama é o seguinte: este método é extremamente simplificado e pode servir como um pontapé inicial para colocar em prática outras análises de performance organizacionais. Até mesmo em empresas que jamais imaginaram mensurar o desempenho dos seus funcionários.

Com a escala gráfica, você constrói uma tabela de habilidades a serem avaliadas x a pontuação atribuída para cada uma delas. Considere trabalhar com fatores como: trabalho em equipe, comunicação, assiduidade, pontualidade, nível de produção e resolução de problemas. Ou quaisquer outros com os quais ache importante pontuar.

Assim, é mais fácil ter uma visão geral de como anda o desempenho de um grupo de trabalho como um todo ou colaborador em especial.

Indicadores de desempenho do BSC

Com o conceito proveniente da década de 90 em Harvard, os indicadores balanceados de desempenho, ou Balanced Scorecard (BSC) já foram bastante estudados. A sugestão dos estudiosos que o criaram era analisar a gestão de desempenho organizacional através de quatro perspectivas:

  • Dos processos internos;

  • De aprendizado e crescimento;

  • Dos clientes;

  • E, por fim, da base financeira.

Esta visão geral permitiria que os gerentes tivessem uma visão 360º da organização, verificando se cada seção estaria cumprindo com os objetivos da empresa. Assim, direcionando as ações para atingir os melhores resultados possíveis.

Avaliações por competência


E por último, mas não menos importante, esta técnica se trata de um plano de ação focado em avaliar as competências pessoais. Isso pode ser pensado tanto do ponto de vista técnico (relacionado com o seu cargo e função) quanto comportamental (levando em conta a conduta de cada colaborador).

Tal análise é relevante para que os gestores e líderes conheçam as competências dos seus liderados e possam mensurar e atribuir as funções de acordo. Gerando, assim, maior performance e benefícios para ambas as partes.

Lembre-se que será necessário levar em consideração as particularidades e competências técnicas e comportamentais para chegar a análises de alto desempenho e qualidade.

Atinja um melhor desempenho com sua equipe através de uma plataforma colaborativa 

Obviamente, as ferramentas de gestão de desempenho são imprescindíveis para atingir níveis de performance elevados. E, ao mesmo tempo, poder evoluir ao mensurar constantemente os seus resultados.

Aliar uma interface colaborativa a tais ferramentas pode ser ainda mais viável, organizando o seu time no dia a dia de trabalho. Para ter acesso a um universo de funcionalidades em apenas um software, recomendamos experimentar o Bitrix24.

Sua plataforma colaborativa é a #1 do Brasil porque reúne funções de comunicação, gestão de projetos, calendários, CRM e RH em apenas um lugar. Portanto, coordene tudo o que você precisa a poucos cliques, mantendo os funcionários em sintonia e organizando a programação conjunta do time. Tenha benefícios incríveis mesmo na versão grátis, conheça mais!

Free. Unlimited. Online.
O Bitrix24 é um local onde todos podem se comunicar, colaborar em tarefas e projetos, gerenciar clientes e fazer muito mais.
Cadastrar
Você pode gostar também
Gestão de clientes: um guia para conquistar e reter clientes
7 dicas e técnicas de estratégia de gamificação para empresas
Como motivar uma equipe de trabalho: 7 técnicas e estratégias
Tudo o que você precisa saber sobre o Bitrix24