8 maneiras básicas de identificar o seu cliente ideal

11 min de leitura
Ariane Jaeger
14 de dezembro de 2022
Última atualização: 15 de dezembro de 2022
8 maneiras básicas de identificar o seu cliente ideal

É muito complexo somar valor ao cliente quando você não tem um foco e quer sair, simplesmente, agradando a todos. A mesma problemática surge ao padronizar os esforços do time de vendas, por exemplo. Ainda que seja o sonho de muitos empreendedores, nem sempre é possível ter sucesso trabalhando com diferentes perfis e tipos de clientes.

Portanto, é indicado traçar o perfil do cliente perfeito e seguir uma abordagem única a fim de sair bem-sucedido. Quer saber como? Identifique o seu cliente ideal seguindo as estratégias indicadas neste artigo!


Perguntas frequentes

O que é um cliente ideal?

Um cliente ideal é alguém que precisa do produto ou serviço que você oferece para suprir as suas necessidades pessoais. Ele atende às características, condições e desafios com as quais a sua empresa pode lidar. Durante a análise do cliente perfeito, você precisa olhar profundamente para o nicho para compreender quais perfis são os ideais para o seu negócio.

Como identificar o cliente ideal?

Para identificar o cliente ideal:

  • Analise as parcerias que você já possui;
  • Veja com quem você sente prazer em trabalhar;
  • Coloque em pauta os seus objetivos comerciais a curto, médio e longo prazo;
  • Identifique as características do seu público-alvo;
  • Observe quais pessoas precisam da sua solução e faça pesquisas de mercado.

Quais são as características do cliente ideal?

As características do cliente ideal incluem:

  • Ter um desafio ou um problema que a sua empresa é capaz de resolver;
  • Possuir o poder de decisão daquela compra;
  • Mostrar hábitos e preferências passíveis de identificação;
  • Compartilhar os mesmos valores de sua companhia;
  • Ter recursos para comprar os seus produtos ou serviços, investindo em suas soluções.

Quais são os riscos de não conhecer o perfil do cliente ideal?

Os riscos de não conhecer o perfil do cliente ideal incluem:

  • Foco errôneo sobre os esforços da equipe de vendas;
  • Retorno aquém do esperado nas ações de marketing, publicidade e vendas;
  • Atração dos prospectos errados;
  • Trabalhar com pessoas fora dos seus objetivos comerciais.

Quais são os 4 tipos de clientes?

No ramo da psicologia de vendas, os 4 tipos de clientes são:

  1. Cliente pragmático: se preocupa em ter os seus problemas prontamente resolvidos;
  2. Cliente afável: preza por relações interpessoais e pela confiabilidade;
  3. Cliente analítico: pergunta o máximo possível antes de efetuar uma compra e requer dados e fatos para ser convencido de algo;
  4. Cliente expressivo: gosta da rapidez, mas prefere a informalidade e o tratamento pessoal.

Saiba como identificar o seu cliente ideal em 8 passos

No mundo dos negócios, ainda que seja a vontade, não é possível abraçar tudo. Mas como saber, afinal, quem é aquele consumidor perfeito para si? Se você está identificando o seu cliente ideal, mas sentiu certa dificuldade, saiba que as dicas seguintes irão te ajudar:

1. Analise os seus clientes atuais

Você já possui uma lista de clientes ativa? Então a abordagem inicial para que se identifique o seu cliente ideal é partir da análise das parcerias que já estão em vigor.

Pense:

·       Existe algum cliente com o qual você não goste de trabalhar?

·       Qual é o perfil de cada um dos clientes vigentes – pensando em aspectos de renda, faixa etária e outros?

·       O que te motivou a trabalhar com cada um deles? 

·       O que você manteria ou faria diferente em cada uma das relações?

Responder questionamentos como esses pode ser uma das chaves para identificar o cliente ideal e sair em busca de indivíduos ou negócios (caso você atenda no formato B2B) que sejam compatíveis com os seus princípios e preferências. Ainda, avaliar os clientes que mais impactam no seu faturamento mensal também pode ser importante – sendo um fator que deve ser considerado dentro da sua análise.

Da mesma forma, perguntar aos clientes-alvo porque eles foram atraídos a fechar negócios com você será de grande ajuda não apenas para que identifique o seu cliente ideal, como também para que se prepare para atrair mais usuários relacionados a ele.

Tenha em mente, de qualquer forma, que os seus clientes existentes podem não ser, exatamente, os seus clientes ideais. No entanto, reconhecer isso é elementar para mudar o cenário ao seu favor.

Caso esteja iniciando o zero, apenas siga para as dicas abaixo – sem se preocupar com a análise atual. Você não será prejudicado em nada!

2. Conheça bem o seu próprio negócio

Para que você identifique o seu cliente ideal, será preciso se aprofundar sobre o que será oferecido para ele. Você tem ciência, plenamente, dos seus produtos ou serviços? Ou mesmo já parou para pensar sobre o valor agregado por eles?

Conheça bem o negócio para entender a visão do cliente sobre ele, compreendendo:

·       O que você oferece aos seus clientes – pensando em quais problemáticas são resolvidas em suas vidas;

·       O que te diferencia em meio a enorme concorrência?

·       Por que os clientes lhe dão a preferência?

·       Quem é o real beneficiado pela compra dos seus produtos ou serviços?

Ao compreender quem, de fato, recebe valor nas ofertas atuais da empresa, fica mais simples identificar o cliente ideal e direcionar os seus esforços – cada vez mais – para satisfazê-lo.

3. Faça uma análise dos dados demográficos e psicográficos do seu público-alvo

Você pode até ter uma ideia mental de quem é o cliente perfeito – mas, para que identifique o seu cliente ideal, é preciso tornar essa abordagem real a partir de análises demográficas e psicográficas.

Veja o que cada uma das ênfases priorizam:

·       Demografia: permite que identifique o seu cliente ideal por gênero, idade, localização, ocupação, estado civil e faixa salarial;

·       Psicografia: abrange gostos, hábitos, estilo de vida, personalidade e características gerais (pensando, inclusive, sobre o que o desagrada).

Por meio de tais análises e pesquisas mercadológicas, você não apenas identifica o cliente perfeito, como também aprende mais sobre a sua atração, retenção e satisfação – adaptando o tom de voz, as estratégias de automação de marketing e todas as demais ações que te levam até ele e contribuem para o sucesso tão pretendido.


Mais do que CRM, uma experiência para toda a sua empresa

Uma única plataforma para administrar seus negócios

EXPERIMENTE AGORA!


4. Concentre-se nas motivações e desejos pessoais dos seus clientes

Quanto mais você souber a respeito, mais fácil será para que identifique o seu cliente ideal e consiga conquistar um número mais alto deles. Ou, ainda, que não foque na quantidade: mas tenha qualidade nas vendas.

Portanto, é altamente recomendado que os gestores se concentrem em compreenderem mais sobre o que move os seus clientes perfeitos. Quais são os seus objetivos de vida? O que os cativa? O que os influencia? O que os motiva a comprar de si?
Vá além dos dados demográficos e psicográficos e entre mais fundo no mundo do cliente. Ter ciência tanto dos seus problemas internos quanto externos te ajudará profundamente a identificar o perfil perfeito e agir sobre ele.

5. Olhe para as características gerais do seu público e da sua oferta e identifique padrões de compra

Muitos empreendedores ficam confusos quando estão identificando o seu cliente ideal, esquecendo que eles podem olhar para as características mais globais relacionadas com a sua oferta e o seu público.

Quer algumas ideias? Recomenda-se que identifique o seu cliente ideal questionando-se sobre como tais indivíduos se beneficiam daquilo que você tem a oferecer.

·       Por que eles compram de você?

·       Como o produto é usado por eles?

·       Qual é a finalidade da compra? 

·       Qual problema em comum eles querem resolver?

Após esta análise, busque por padrões de compra que te ajudem a traçar o perfil de cliente perfeito. Qualquer segmentação que te apoie em ações futuras é bem-vinda. Então junte-se ao seu time de atendimento, prospecção e vendas para buscar pontos de encaixe e coincidências!

6. Pense nos seus objetivos a longo prazo e questione a si mesmo com quem gostaria de trabalhar

Uma coisa é certa: quando você gosta de trabalhar com uma pessoa, seja um cliente, um fornecedor ou um colega, os processos fluem de forma mais simples, agradável e com qualidade. Portanto, é importante que você identifique o seu cliente ideal, traçando o perfil preferencial, e acabe buscando formas de atuar com ele.

Uma maneira de fazer isso é pontuar os seus objetivos a longo prazo, pensando em como você vê o negócio no futuro, e quais parcerias seriam positivas e, de fato, se encaixam naquilo que você deseja alcançar.

É claro que todo o cliente é bem-vindo, mas nem todos eles serão os ideais conforme os objetivos da sua empresa – e, igualmente, não são com todos que você ama trabalhar. Desta forma, saiba como identificar o seu cliente ideal indo além do presente e construindo a sua própria realidade a partir de cenários palpáveis e que trarão sucesso a longo prazo.

7. Observe a real necessidade pela solução e vá atrás dos clientes que podem precisar dela

Quer saber como identificar o seu cliente ideal? Antes, saiba quais dores do mercado você é capaz de sanar e como isso se encaixa nos principais objetivos de vida ou profissionais dos seus clientes – tendo ideia de onde eles querem chegar.

De fato, quais problemas você os ajuda a resolver? Como isso se encaixa na proposta de vida atual deles? A partir desta resposta, pense em quais pessoas poderiam estar precisando de tais soluções – considerando as metas gerais que elas possuem – e vá atrás deste público ou comunidade!

Isso permite que você identifique o seu cliente ideal já sabendo como você pode ajudá-lo, e mescle tais necessidades com aquilo que você tem a oferecer – encontrando formas de chegar até ele e ter sucesso com a sua abordagem.

É importantíssimo que cada profissional ou empresa trace a sua própria estratégia neste caso – afinal, cada negócio é único, tanto em termos de público, de cliente perfeito ou de oferta e geração de valor diante da concorrência.

8. Olhe além do engajamento e identifique tendências reais no seu banco de dados de clientes

Se você já trabalha com um banco de dados de clientes e a sua equipe de atendimento o nutre com informações relevantes constantemente, considere avaliar profundamente tais detalhes para ter ideias fiéis de modo que se identifique o seu cliente ideal.

No entanto, evite cair em armadilhas digitais e olhar apenas para o seu engajamento virtual. Nem sempre quem interage nos seus canais, como site ou redes sociais, é, de fato, o seu cliente perfeito. E você precisa estar pronto para reconhecer as diferenças de um fã e um real consumidor para aproveitar o melhor de tal senso analítico.

Busque por padrões de comportamento que se repetem em termos de público-alvo e suas características, bem como de condutas gerais, seja de interações ou de campanhas de marketing já realizadas anteriormente. O que funcionou diante das suas segmentações, por exemplo, realmente atraindo vendas? Quais dos prospectos que entraram em contato no site, fecharam, de fato, uma parceria? Analise os detalhes!

E caso você ainda não usufrua de um banco de dados como tal, não desanime. Existem alternativas inteligentes e práticas como o banco de dados de clientes on-line do Bitrix24 – prontas para serem desbravadas. O melhor de tudo é que a nutrição pode ser feita de forma automatizada, poupando trabalho manual da sua equipe. Ao mesmo tempo, você não perde aquele toque humano essencial – podendo adicionar personalizações como desejar. Aproveite!


Um CRM pode te ajudar a ir além da identificação de perfis ideais

Como visto, o reconhecimento do cliente adequado é algo muito pessoal – e depende bastante do fato de as empresas já estarem anos em vigor ou estarem sendo criadas agora mesmo. Afinal, você pode se embasar em dados anteriores e análises mercadológicas, ou contar apenas com o último mencionado (em atividades recentes) para achar o prospecto perfeito!

Depois de pensar sobre o cliente perfeito, o próximo passo é usar todos esses dados ao seu favor para fazer acontecer! Identifique o seu cliente ideal a partir dos insights abordados aqui e parta para a prática adaptando as suas abordagens. Ainda que leve tempo, a procura por melhores clientes poderá levar o seu negócio além, gerando relações agradáveis, lucrativas e ricas em significado.

Quando não se dedica um tempo para encontrar este perfil, os esforços da equipe de vendas podem ser em vão em muitos sentidos – já que você pode atrair prospectos que não se encaixam com as suas metas e objetivos, ficando longe do sucesso almejado. Ou, ainda, pode investir de forma errônea, segmentando de maneira equivocada todas as suas campanhas de marketing!

Para organizar todos estes detalhes e agir com efetividade, implemente um software de CRM para gerenciar todo o relacionamento com os clientes. Quando usam o Bitrix24, as empresas conseguem melhorar os seus processos de negócios e contar com as análises disponíveis dentro do próprio CRM (como de vendas, tendências e prospectos) para chegar cada vez mais perto do cliente ideal. Que tal experimentar? Saiba mais sobre as funcionalidades perfeitamente pensadas para a sua empresa e teste hoje mesmo!


Mais do que CRM, uma experiência para toda a sua empresa

Uma única plataforma para administrar seus negócios

EXPERIMENTE AGORA!


Mais populares
10 dicas profissionais sobre como lidar com os colegas de trabalho difíceis
10 melhores softwares de contabilidade para pequenas empresas
15 melhores formas honestas de trabalhar online que pagam bem em 2024
Os 13 melhores criadores de sites para pequenas empresas em 2023
Coordenador de Projeto x Gerente de Projeto: Principais Diferenças
Índice
Perguntas frequentes O que é um cliente ideal? Como identificar o cliente ideal? Quais são as características do cliente ideal? Quais são os riscos de não conhecer o perfil do cliente ideal? Quais são os 4 tipos de clientes? Saiba como identificar o seu cliente ideal em 8 passos 1. Analise os seus clientes atuais 2. Conheça bem o seu próprio negócio 3. Faça uma análise dos dados demográficos e psicográficos do seu público-alvo Mais do que CRM, uma experiência para toda a sua empresa 4. Concentre-se nas motivações e desejos pessoais dos seus clientes 5. Olhe para as características gerais do seu público e da sua oferta e identifique padrões de compra 6. Pense nos seus objetivos a longo prazo e questione a si mesmo com quem gostaria de trabalhar 7. Observe a real necessidade pela solução e vá atrás dos clientes que podem precisar dela 8. Olhe além do engajamento e identifique tendências reais no seu banco de dados de clientes Um CRM pode te ajudar a ir além da identificação de perfis ideais Mais do que CRM, uma experiência para toda a sua empresa
Você também pode gostar
Blogs
Webinars
Glossário

Free. Unlimited. Online.

O Bitrix24 é um local onde todos podem se comunicar, colaborar em tarefas e projetos, gerenciar clientes e fazer muito mais.

Comece grátis
Você também pode gostar
10 truques para estar no topo do Google com SEO
10 truques para estar no topo do Google com SEO
9 min de leitura
O que é copywriting e como aplicar no seu negócio
O que é copywriting e como aplicar no seu negócio
10 min de leitura
10 Indicadores Cruciais: Quando e Como Encerrar o Relacionamento com um Cliente
10 Indicadores Cruciais: Quando e Como Encerrar o Relacionamento com um Cliente
10 min de leitura