6 erros que a maioria das pessoas cometem ao tentar escolher o melhor software de CRM

6 erros que a maioria das pessoas cometem ao tentar escolher o melhor software de CRM
Ariane Jaeger
30 de julho de 2021
Última atualização: 11 de agosto de 2021

Analisar com calma ao decidir pelo melhor software de CRM é essencial para quem busca sucesso na gestão de relacionamento com clientes. 

Observando os principais erros cometidos ao selecionar a plataforma mais adequada, é possível saber como direcionar a busca e definir o CRM ideal. Neste artigo, saiba como minimizar os erros para decidir qual é o software de CRM que mais se encaixa em suas necessidades.

De maneira breve: o que é software de CRM?

Antes de compreender o que é software de CRM, é importante ter em mente o significado do termo. Do inglês ‘Customer Relationship Management’, CRM é a sigla que define o conjunto de técnicas, práticas e tecnologias que podem ser utilizadas para atender os clientes.

Em resumo, CRM se trata da gestão do relacionamento com o cliente. Portanto, um software de CRM é uma interface responsável por garantir que essa relação ocorra de forma mais efetiva. Ou seja, é um espaço com diversas funções que tendem a alavancar a relação entre empresa-cliente. 

Exemplos de funcionalidades e atividades que podem estar incluídas em um CRM: 

Cada sistema de CRM oferece diferentes recursos. Mas, é possível ter uma ideia do que uma interface de qualidade pode lhe oferecer:

  • Opções para comunicação e atendimento ao cliente – suporte em geral;
  • Análise de vendas, compras e índices de satisfação;
  • Controle de métricas e KPIs;
  • Organização dos dados, leads e históricos dos clientes;
  • Geração de relatórios que auxiliam as vendas e tomadas de decisão da empresa;
  • Automação do funil de vendas;
  • Observação de dados para a melhoria de resultados;
  • Integrações com formulários, sites ou redes sociais;
  • Análise do ciclo de vendas e controle de atividades;
  • Funções de marketing integradas – incluindo e-mail marketing, por exemplo.

Principais erros ao escolher um software de CRM para pequenas empresas ou grandes corporações

Como escolher o melhor software de CRM não é tarefa fácil, reunimos os principais erros que as empresas cometem quando estão decidindo com qual CRM operar. Acompanhe-os logo abaixo!


1. Optar por usar um CRM disponível apenas para desktop

A tendência é que, cada vez mais, equipes atuem com o regime de trabalho remoto, longe do escritório. Ainda, mesmo que sua empresa não tenha a pretensão de adotar o home office, é preciso considerar que os colaboradores podem possuir diferentes preferências e ritmos de trabalho.

Considerando isso, CRMs com versões únicas para desktop podem impedir que alguns funcionários atinjam seu melhor potencial. Afinal de contas: usar plataformas a qualquer hora e lugar (com flexibilidade) pode somar pontos para alcançar melhores níveis de motivação e produtividade.

Portanto, na hora de escolher o melhor software de CRM para o seu time, considere plataformas que oferecem acesso para dispositivos móveis. Certamente, o espaço de trabalho se tornará muito mais interativo, oferecendo uma experiência agradável. O que refletirá, mesmo que indiretamente, no processo de atendimento ao cliente.

2. Não selecionar uma interface que valorize o relacionamento empresa-cliente

De fato, o atendimento ao cliente de qualidade deve ser um dos principais focos do CRM. E para cumprir com o objetivo da melhor forma possível, a plataforma escolhida deve ser cumprir com o quesito ‘User Friendly’ – promovendo um relacionamento amigável entre empresa e cliente.

De nada adianta escolher um sistema complexo que não torne a experiência do cliente agradável. Garanta que o seu melhor software de CRM seja amigável para os usuários com os quais você esteja lidando. E isso vai desde o cliente até a equipe de vendas. 

3. Esquecer de definir processos e estratégias de vendas

Um erro grave ao escolher e implementar um sistema de CRM é acreditar que apenas a interface por si só fará milagres.

Embora grandes sistemas sejam recheados de funções, é preciso que a equipe de vendas esteja com processos padronizados para tirar o máximo de proveito de todos os recursos disponíveis.

Antes mesmo de decidir por uma plataforma de CRM, padronize nomenclaturas, crie manuais e defina as estratégias e processos de maneira prévia. Além disso, saiba quais são os principais objetivos da empresa ao implementar um CRM.

Assim, será muito mais efetivo definir a interface mais adequada, que cumpra com os propósitos e se encaixe nos processos desejados. 

4. Adotar uma plataforma que não centralize os dados dos clientes

Quando consideramos a jornada de compra do cliente, ou mesmo o ciclo de vendas, é importante levar em conta a centralização dos dados.


Ter o acesso a históricos completos pode adicionar informações valiosas para melhorar o engajamento com os usuários e aumentar as vendas.

Fuja de softwares que não permitem criar fluxos de atendimento ou integrar dados obtidos a partir do site, formulários ou outros meios de comunicação. Quanto mais oportunidades de integração e centralização de dados e históricos, melhor!  

5. Escolher um CRM que não integre com redes sociais

Atualmente, negócios que não estão presentes nas redes sociais podem ser considerados obsoletos.

A cada dia, os consumidores estão mais interessados em interagir e comprar de empresas que estão visíveis e engajam com seus clientes no meio digital.

Portanto, o ideal é optar por um software de CRM que permita uma adequada integração com as redes do momento. Será muito mais fácil coletar dados dos clientes, analisar seus comportamentos de compra e aumentar a interação com o público-alvo.

Por sorte, existem plataformas completas de CRM, como Bitrix24, que se preocupam em reunir canais sociais em um único hub de comunicação. Vale a pena explorar!

6. Fazer uso de um software que permita apenas observar métricas

Utilizar um CRM pode ser, de fato, muito útil para controlar métricas importantes para o ciclo de vendas. Mas é errado pensar em adotar a ferramenta somente para analisar dados como as taxas de conversão.

É importantíssimo focar em outros detalhes, como o detalhamento de campanhas de e-mail marketing, evolução e interação com os leads e até mesmo fluxos úteis para a jornada do cliente. Portanto, não olhe apenas para métricas quando estiver gerenciando os seus relacionamentos.

Escolhendo o melhor software de CRM

É verdade que existem muitas opções de plataformas de CRM no mercado brasileiro. Mas, de fato, nem todas elas são completas o suficiente e integram tantas funcionalidades como o Bitrix24.

Não é à toa que a interface é considerada o melhor software de CRM. Seja para MEIs, pequenas empresas ou até grandes negócios. Se você ainda não conhece, vale a pena experimentar a assinatura gratuita para testar um CRM de alta qualidade.
Grátis. Ilimitado. Online.
O Bitrix24 é um local onde todos podem se comunicar, colaborar em tarefas e projetos, gerenciar clientes e fazer muito mais.
Você pode gostar também
Os 6 principais softwares gratuitos de pesquisa de mercado deste ano
Gestão do tempo: 7 técnicas para empreendedores e gestores
10 razões pelas quais a comunicação de sua equipe não é suficiente
6 dicas para alinhar marketing e vendas