Cadastrar

10 erros mortais do empreendedorismo e como evitá-los

10 erros mortais do empreendedorismo e como evitá-los
Equipe Bitrix24
16 de maio de 2022
Última atualização: 16 de maio de 2022

Mesmo que certos indivíduos atuem como empreendedores natos, é preciso aliar tal predisposição a níveis de conhecimento básicos para atingir o sucesso almejado. Neste artigo, você saberá quais são os principais erros do empreendedorismo e como evitá-los para chegar ao potencial máximo. Siga a leitura na íntegra!


Perguntas frequentes

Qual é o erro comum que muitos empreendedores cometem?

Um erro que os empreendedores cometem é misturar as finanças da empresa com o seu dinheiro pessoal. Embora, sobretudo no início, você talvez tenha que investir o seu próprio dinheiro para gerar renda, tente separar os valores e visualizar a quantia como um investimento – sem misturar os fluxos de caixa.

Qual é o erro número 1 que as startups podem cometer?

Um dos maiores erros que as startups podem cometer é chegar ao mercado sem ter validado a sua atuação (completamente) em meio ao público-alvo. Algumas startups acabam recebendo um grande investimento e atingindo uma estrutura enorme de forma rápida, sem estarem prontas o suficiente para cumprir com a demanda do mercado.

Quais são os principais erros de um empreendedor?

Os principais erros de um empreendedor são:
- Misturar o financeiro;
- Achar que só ele contribui para o negócio;
- Contratar os funcionários só pensando em custos;
- Começar investindo muito ou pouco dinheiro;
- Pensar que não existem concorrentes;
- Não traçar metas;
- Iniciar com uma margem baixa;
- Esquecer que o cliente é o elemento-chave;
- Olhar só para o lucro;
- Não investir no meio digital.

Como os empreendedores podem evitar erros?

Os empreendedores podem evitar erros ao:
- Estudarem o mercado e o público-alvo com os quais irão atuar;
- Compreenderem a importância da gestão financeira;
- Se capacitarem e traçarem metas e propósitos para a sua empresa;
- Realizarem o planejamento do seu negócio previamente;
- Entenderem que uma empresa só cresce quando se delega tarefas.



Saiba quais são os maiores erros que os empreendedores cometem

Você com certeza já ouviu aquele famoso ditado: “aprenda com os erros dos outros”, não é mesmo? Aplicando para a esfera corporativa, por sorte, também é possível fazê-lo. 

Nos tópicos seguintes, confira quais são erros do empreendedorismo e o que fazer para superá-los – seguindo sempre um passo à frente da concorrência.

1. Achar que o negócio só vai prosperar contando integralmente com você

Não poderíamos iniciar a nossa lista de erros do empreendedorismo citando outro assunto. Afinal, pensar que tudo depende de si é uma das principais falhas que qualquer empreendedor pode cometer – tanto no início do trajeto quanto em uma carreira em pleno desenvolvimento.

Como ninguém conhece o seu negócio e os seus produtos e serviços tão bem quanto você, é comum considerar que não haverá nenhum indivíduo capaz de auxiliar no crescimento da sua companhia. No entanto, tal conduta pode impedir o crescimento da empresa e, até mesmo, levar ao burnout (esgotamento no trabalho) e a outros desfechos ainda mais preocupantes. 

Lembre-se que, por mais que você seja um(a) profissional excelente e se dedique com todas as forças ao negócio que fundou, sempre haverá alguém que poderá te auxiliar a subir para outro patamar. Imagine, por exemplo, que você é excelente em marketing e vendas, mas nem tanto em gestão financeira – e pode encontrar um colaborador para te ajudar. Ou, ainda, que é excelente na parte técnica, mas não tem as habilidades essenciais para caprichar no atendimento ao cliente.

Independente do cenário, tenha em mente que aumentar a equipe com as pessoas certas só levará você adiante – e não o contrário. Portanto, abandone os erros do empreendedorismo que envolvem pensar que o negócio só irá para frente com você. 

Sem contar que, ao delegar tarefas mais básicas, o(a) fundador(a) pode se dedicar ao setor estratégico e gerar resultados ainda melhores – deixando de lado aquilo que é mais manual e sabendo como evitar os erros do empreendedorismo. É o ideal!

2. Deixar de lado a organização financeira ou misturar o dinheiro pessoal do profissional

Durante a jornada, um erro comum que os empreendedores cometem é não trabalhar a partir da organização financeira. Muitos saem fazendo contratações e fechando vendas e projetos sem nem sequer terem a ideia sobre os seus gastos e lucros. E, a longo prazo, tal conduta pode levá-los ao fracasso – não importa o quão favorável seja o seu faturamento.

Desde o princípio, é altamente recomendado separar (ao máximo) o setor financeiro pessoal do profissional – mesmo que a empresa possua como estímulo inicial, unicamente, uma reserva financeira que venha de si. 

Além de separar o caixa, mantenha um controle fino sobre o dinheiro que entra e sai da empresa, tendo o pleno conhecimento e controle a respeito do seu fluxo de caixa. Obviamente, desbrave o melhor da tecnologia e não perca tempo e energia preenchendo tudo em papéis que podem se perder ao longo do tempo.

Opte por um sistema on-line que te permita gerenciar o negócio com atualizações em tempo real e acesso irrestrito a qualquer hora e lugar – tendo a segurança de que você poderá consultar as informações desejadas quando precisar.

3. Contratar um profissional pensando apenas no valor do salário ou do projeto

Seja você experiente ou alguém recém-ingressado no mercado de trabalho, certamente, já se deparou com uma empresa que contratava os seus funcionários pensando apenas sobre os custos, certo? No entanto, este é um dos principais (e mais danosos) erros do empreendedorismo.

A força de trabalho, na realidade, é o cerne de toda a qualquer organização. E o seu potencial jamais deveria ser desprezado a ponto de escolher os colaboradores olhando apenas para a faixa salarial.

Afinal, os funcionários mais baratos possuem tal característica devido a um motivo – e, provavelmente, tal custo esteja atrelado à falta de qualificação, inexperiência ou até mesmo ao fato de que eles não são plenamente confiáveis.

Então, para não arcar com os custos desastrosos (literalmente) de tal contratação, componha o seu corpo de trabalho focando na qualidade e em faixas salariais competitivas, sabendo como evitar os erros do empreendedorismo. 

Embora um empreendedor não possa arcar com grandes custos no início de um negócio, ele deve agir com cautela ao invés de iniciar executando um dos erros mortais do empreendedorismo. Fique atento! 


Mais do que um sistema de gestão de projetos, um pacote de trabalho on-line completo

Uma única plataforma para administrar seus negócios 

EXPERIMENTE AGORA!


4. Não investir dinheiro de forma equilibrada

Dentre os erros do empreendedorismo, investir pouco ou muito dinheiro é um dos principais. Isso porque, quando o assunto é o financeiro, os novos empreendedores costumam atuar a partir de extremos.

Alguns pensam ser preciso investir pesado para ter um bom retorno. Outros, em contrapartida, têm em mente que só podem gastar mais quando o negócio apresentar algum rendimento. E qual é o segredo aqui, afinal? A chave está na atitude equilibrada.

É certo que você deve gastar o seu dinheiro inicial com sabedoria (assim como no restante da sua trajetória), no entanto, jamais deixe de investir na qualidade – tanto para itens físicos quanto para os recursos humanos. Uma conduta sem extremos sempre será o cenário perfeito! 

5. Pensar que o seu negócio é único e que não existem concorrentes

Os erros do empreendedorismo podem ser vários. Mas, sem dúvidas, achar que o seu negócio é tão particular a ponto de não existirem concorrentes é um dos mais tóxicos possíveis!

Ao criarem um negócio ou lançarem um novo produto no mercado, vários(as) fundadores(as) se empolgam tanto que acabam pensando que a sua solução é tão boa (ou tão única) a ponto de não haver nenhum concorrente direto. No entanto, isso é muito raro de ocorrer.

Certamente, já haverá alguém atuando com tal abordagem – ou algo muito parecido – dentro do seu nicho. E cabe a você, então, estudar mais sobre tal empresa ou solução e se prontificar a superá-la. Trabalhar a partir da diferenciação, neste caso, será muito mais relevante do que fechar os olhos e se iludir pensando que ninguém pode te superar.

6. Deixar o processo fluir e esquecer das metas

Por vezes, os empreendedores podem ficar tão entusiasmados com as suas ideias que se esquecem de traçar metas para garantir que grandes feitos sejam cumpridos. Ou ainda, eles podem acreditar que não precisam de um plano, já que possuem em mãos uma grande solução. 

Porém, estes são alguns dos grandes erros do empreendedorismo e sempre – independente do cenário – as pequenas, médias ou grandes empresas precisam trabalhar pautadas em metas.

Além de definir objetivos a curto, médio e longo prazo, é importante se certificar de que as metas são realistas, específicas, mensuráveis e alcançáveis. Definindo, inclusive, um tempo para cumpri-las. No universo corporativo, são as metas que transformam a missão da companhia em sucesso, delineando os objetivos a serem cumpridos pelo time. 

7. Iniciar com uma margem de lucro muito pequena

Imagine o seguinte cenário: uma empresa abriu as portas com uma margem de lucro bem baixa. Mas, com o passar do tempo, viu que o seu preço estava muito aquém do que era praticado no mercado. 

E agora? Como dizer aos clientes que o valor aplicado precisa mudar? É por isso que iniciar um negócio com margens muito pequenas está entre os erros do empreendedorismo.

Desde o primeiro dia de funcionamento, opere com uma margem de lucro saudável, sempre faça uma pesquisa na concorrência e tente equilibrar os custos operacionais e de produção. Lembre-se de, sempre que possível, adotar uma certa margem de segurança para atuar com maior flexibilidade, estando pronto para se acomodar em meio aos custos variáveis ou mudanças no macroambiente. 

8. Esquecer que o cliente é o elemento principal

Um erro comum que os empreendedores cometem é achar que a qualidade dos seus produtos e serviços vem em primeiro lugar. Embora, logicamente, ela seja crucial, são os clientes que devem ocupar a sua posição número um em termos de preocupações.

Afinal, não importa quão boa e vantajosa seja a solução que você tem a oferecer: se o atendimento ao cliente for de péssima qualidade, nada compensará tal fato. Portanto, dedique os seus esforços de modo a satisfazer os clientes, sanar as suas problemáticas e se preocupar com a sua lealdade a longo prazo. 

Mesmo que o seu produto/serviço não seja recorrente, uma recomendação pode valer mais do que mil campanhas de marketing. Então, se esforce para cativar todos os seus prospectos e clientes o máximo que puder.

9. Olhar apenas para a lucratividade

Embora este seja um dos últimos erros do empreendedorismo citados em nossa seleção, o fato de olhar só para o lucro é uma grande falha empresarial. Ainda que os rendimentos sejam essenciais e tão almejados, eles não representam os únicos indicadores que devem ser avaliados.

Para se ter uma ideia sólida de como andam os processos da companhia e quais são os pontos que merecem atenção ou melhorias, outros indicadores de desempenho devem estar em pleno acompanhamento. Assim, os empreendedores garantem que o seu negócio tenha bons resultados e permanecem prontos, a qualquer momento, para uma tomada de decisão embasada e inteligente. 

10. Não investir no meio digital

Não faz muita diferença se você vende on-line ou não. Mesmo que o seu negócio não tenha nada a ver com o ramo digital, um dos erros do empreendedorismo envolve não investir em sua presença on-line. 

O motivo? É que, atualmente, tudo gira em torno da internet. Assim, para alcançar ainda mais público, ganhar a confiança e se diferenciar dos concorrentes, você também precisa estar presente na rede.

Ao atuar a partir de um site e/ou nas mídias sociais, repasse uma imagem adequada da sua empresa – sem levar as coisas para o lado pessoal (ainda que você seja um microempreendedor individual). Adote uma postura e tom de voz mais profissional, trabalhe com uma identidade visual (incluindo a logomarca e cores específicas) e interaja com o seu público-alvo.

Ainda que você não seja especialista em TI ou um programador profissional, é totalmente possível criar um site para o seu negócio em poucos passos – através de plataformas facilitadoras como o Criador de sites do Bitrix24.

Nele, de forma simples, rápida e prática, use os modelos prontos, crie quantidades ilimitadas de páginas e adicione alguns recursos como formulários de contato para aumentar o seu número de clientes interessados. Explore hoje mesmo para ter melhores resultados e ficar longe de um dos maiores erros que os empreendedores cometem atualmente!  


Conclusão

A jornada como empreendedor está longe de ser um caminho fácil e livre de falhas. Mas depois de saber quais são e como ficar longe dos principais erros do empreendedorismo, muitas problemáticas podem ser evitadas. Ao seguir as dicas expostas aqui, esperamos que você possa aprender a criar e gerenciar o seu negócio de forma mais eficaz e sustentável a longo prazo – visualizando o imenso sucesso desejado!


Mais do que um sistema de gestão de projetos, um pacote de trabalho on-line completo

Uma única plataforma para administrar seus negócios 

EXPERIMENTE AGORA!


Free. Unlimited. Online.
O Bitrix24 é um local onde todos podem se comunicar, colaborar em tarefas e projetos, gerenciar clientes e fazer muito mais.
Cadastrar
Você pode gostar também
7 dicas sobre como gerenciar prazos de projetos de forma mais eficiente
O que é o método Kaizen e como ele pode beneficiar o seu negócio?
7 estratégias eficazes de comunicação com o cliente
Gestão do tempo: 7 técnicas para empreendedores e gestores