Cadastrar

10 conceitos básicos e essenciais para a gestão de projetos de vídeo

10 conceitos básicos e essenciais para a gestão de projetos de vídeo
Equipe Bitrix24
15 de abril de 2022
Última atualização: 25 de abril de 2022
Cada vez mais, os projetos de vídeo estão acoplados às ações de marketing de empresas modernas. Por isso, é importante saber como lidar com as atividades e os negócios de vídeo e conferir dicas e conceitos para o gerenciamento de tais projetos. Prontos para saber mais sobre o assunto? Acompanhe-nos ao longo deste artigo!


Perguntas frequentes


O que é o gerenciamento de projetos de vídeo?

A gestão de projetos de vídeo aborda um conjunto de práticas para planejar, executar e controlar todos os processos relacionados às campanhas de vídeo de uma organização. Indo desde o gerenciamento de ideias, no estágio de pré-produção, até o pós-produção e a divulgação – quando o resultado desejado já foi atingido.

O que eu preciso para uma produção de vídeo?

Para o processo de produção de vídeo, você precisa:
· Definir qual será o tema e o objetivo do seu vídeo;
· De preferência, adotar um gerenciamento de projetos de vídeo;
· Ter os equipamentos necessários para rodar a gravação;
· Estabelecer e preparar o cenário e a iluminação – bem como os itens relacionados ao som;
· Definir o orçamento para o projeto e outros recursos;
· Trabalhar com ferramentas que otimizem os projetos de vídeo – tanto para a organização de storyboards e de edição;
· Escrever um roteiro para o trabalho;
· E, preferencialmente, buscar formas de padronizar a criação.

Como organizar uma produção de vídeo?

Para organizar um projeto de produção de vídeo, deve-se:
· Estabelecer um tema, um objetivo e o roteiro que direcione todo o trabalho;
· Envolver a equipe que participará do seu desenvolvimento;
· Adotar ferramentas tecnológicas que simplifiquem o fluxo de trabalho;
· Gerir de forma eficiente os materiais e os ativos digitais;
· Programar um calendário e gerenciar os itens e o pessoal a partir de um bom planejamento.

Quais são as etapas de uma produção de vídeo?

A produção de vídeo envolve quatro estágios principais:
1.Pré-produção: que vai desde a idealização até o orçamento e a organização de todo o cronograma;
2.Produção: que engloba a gravação, a sua revisão e edição;
3.Pós-produção: adicionando áudio, narração, efeitos especiais, gráficos, logomarca, transições e qualquer outro detalhe que a equipe desejar;
4.Distribuição e marketing: para promover o vídeo da maneira que foi inicialmente planejada.


Dicas e conceitos básicos para gerenciar projetos de vídeo

Todo o processo de gestão de projetos de vídeo começa a partir de um planejamento. Por isso, antes mesmo de pegar a câmera na mão, a equipe precisa atuar na pré-produção do seu vídeo – sobretudo se quiser ter um trabalho diferenciado e muito bem-sucedido.

A ideia principal por trás disso está em padronizar a criação para que a elaboração de vídeos futuros seja muito mais fluida e rica em resultados. Gerando, assim, um processo que seja passível de repetição e escalonamento, para evitar o constante retrabalho. E, assim, claro, somando motivação e produtividade.

A seguir, veja quais são as principais dicas para que você e o seu time possam produzir vídeos de marketing partindo de um gerenciamento exímio. Confira!

1. Antes de tudo, saiba onde vocês pretendem chegar e quem querem atingir

Ao invés de iniciar o processo de produção de vídeo direto com a gravação, pense a respeito dos seus próprios objetivos e sobre quem é o seu alvo. Questione-se sobre os seguintes pontos:

· Qual é o seu público-alvo envolvendo os negócios de vídeo?

· Qual é o seu propósito final ao criar tais materiais?

· Que mensagem ou sentimento você deseja repassar?

Considerar tais fatores fará toda a diferença no momento de programar o trabalho e caminhar para os feitos desejados. Isso porque um bom planejamento só pode ser realizado quando sabemos onde pretendemos chegar – e é realmente essencial para a gestão de projetos de vídeo.

2. Definam a duração do vídeo conforme as necessidades

Os recursos e os custos são partes impactantes sobre os seus projetos de vídeo – e você jamais deve ignorá-las. Considerando que a duração do vídeo terá envolvimento direto com o custo da sua produção, pensar sobre tal elemento com cautela é igualmente relevante.

Ao definir o tempo de duração de um vídeo, ainda, você deve considerar o perfil do seu público e o seu nível de relacionamento com ele (em paralelo). Os seus possíveis espectadores dedicarão muito ou pouco tempo para assistir ao seu vídeo? Em qual fase do funil de vendas eles se encontram?

Se estiver trabalhando com um vídeo de topo de funil, ainda no processo de conscientização, aprendizado e descoberta, nada de lidar com materiais longos e cansativos. Dê preferência para vídeos curtos e bastante acessíveis.

Em contrapartida, aqueles consumidores inclinados a fechar uma venda podem precisar de um vídeo mais explicativo e bem trabalhado, que pode requerer uma maior duração – e, de fato, será muito mais eficaz para este caso. 

É importante pensar sobre isso logo no início do seu planejamento abrangendo os projetos de vídeo. Afinal de contas, quando a duração estiver delimitada, você e a sua equipe estarão prontos para seguir as próximas etapas (incluindo a elaboração do roteiro) com propriedade.  

3. Escrevam um roteiro

Durante a pré-produção, a escrita do roteiro que guiará o trabalho pode ser mais complexa do que desenvolver a produção em si. No entanto, não se esqueça: antes disso, o propósito do vídeo no marketing já precisa estar bem definido.  

Durante esta etapa crítica, as equipes devem se certificar de que o seu vídeo repassa a mensagem desejada e siga o conceito pré-determinado.

De forma completa, o recomendado é que o roteiro inclua informações sobre:

· Cenas;

· Falas ou diálogos e as suas indicações (de lettering, por exemplo);

· E outros detalhes importantes ao longo da gravação.

Por sorte, para simplificar, existem vários modelos de projeto que podem ser utilizados como base para compor o roteiro ideal. Logicamente, o time só precisará ter cuidado para adaptá-los de acordo com as suas reais necessidades e objetivos. Mas não custa experimentar!

4. Criem um storyboard para ter uma visão em detalhes

Durante um projeto de produção de vídeo, contar com um esboço da sequência que será exposta, quadro a quadro, pode permitir que a equipe de produção se aprofunde nos detalhes e chegue a um resultado indiscutível. Por isso, um dos elementos-chave para uma produção bem-sucedida está na criação de storyboards.

Tais sequências de quadros facilitam a geração de vídeos marcantes e podem ser exploradas de distintas formas possíveis – incluindo formatos em miniatura, digital ou tradicional. Somando, assim, ainda mais flexibilidade. Portanto, coloque-a como uma das suas prioridades ao longo dos seus projetos!


Mais do que um sistema de gestão de projetos, um pacote de trabalho on-line completo

Uma única plataforma para administrar seus negócios 

EXPERIMENTE AGORA!


5. Pensem sobre as particularidades do local em que o vídeo será vinculado

Além de pensar para quem, questione-se: onde o seu vídeo será apresentado? Em quais plataformas e mídias sociais a sua empresa pretende divulgá-lo?

Dependendo de qual for a resposta para estas perguntas, o estilo de gravação, a forma de comunicação, a proposta, o tratamento das imagens e até a duração do vídeo poderão ser totalmente distintos.

Como o apelo e o formato de conteúdo de uma rede social pode ser o oposto da outra – e o seu público pode nem sequer estar presente por lá – analise os cenários antes mesmo de pensar em colocar o vídeo para gravar.

6. Melhorem o planejamento automatizando e digitalizando as etapas

Ao gerenciar a equipe de vídeo, preze pela automatização e pela fluidez de processos relacionados aos seus projetos. Adotem um fluxo de trabalho em comum e digitalizem as ações como o compartilhamento de arquivos, os modelos de projeto, o roteiro e a aprovação de orçamentos e documentos.

Compartilhar e interagir desta maneira fará com que o time responsável pela produção do vídeo e os envolvidos estejam em plena sintonia, permitindo que:

· Haja uma redução considerável nos tempos de resposta;

· A parte interessada possa revisar e aprovar com maior facilidade o projeto de vídeo;

· Os membros do marketing e do gerenciamento, bem como possíveis terceirizados (como os produtores), cheguem aos melhores resultados possíveis.

7. Trabalhem com um orçamento definido

Independente de quais sejam os projetos de vídeo, jamais deixe de adotar um orçamento realista ainda no período de pré-produção. Tal conduta é crucial não apenas para evitar o uso de recursos desnecessários e gerar gastos excessivos, como também ajuda a orientar a equipe ao longo do seu próprio processo criativo (pensando nas possibilidades).

Quer um exemplo? Um vídeo em animação 3D poderá sair muito mais caro do que um vídeo com modelagem mais simples, em 2D. A ideia também se aplica para um vídeo que requer narração e modelos, comparado a outro que é feito apenas com efeitos musicais de fundo e personagens simples – de maneira simplificada.  

Ter um orçamento definido para cada etapa, desde o início, ajudará toda a equipe envolvida a tomar decisões e a fazer contratações mais assertivas – garantindo que o projeto chegue ao sucesso desejado (incluindo aspectos de saúde financeira).

No entanto, na etapa de orçamento, é preciso tomar um certo cuidado! Embora os recursos não sejam infinitos e requeiram a coordenação constante, não é indicado cortar os custos de elementos cruciais para garantir a qualidade do seu vídeo. Como a câmera de filmagem ou o equipamento de iluminação e som. 

Pois, de uma forma ou de outra, um vídeo mal feito pode gerar um impacto penoso para a sua marca. Pense sempre nisso!

8. Atuem pautados em um cronograma

Os calendários são importantes para todos os departamentos. E por que seria diferente em um projeto de produção de vídeo corporativo? Na verdade, estabelecer um cronograma para a produção será um dos conceitos básicos que irão reger o seu trabalho.

Aqui, engana-se quem pensa que basta adicionar as datas e os horários envolvidos com a execução das cenas ou a edição do vídeo. Muito pelo contrário!

O cronograma para gerenciar a equipe de vídeo vai além, incluindo detalhes como:

· O aluguel dos equipamentos e do estúdio/locais de filmagem;

· O agendamento com os participantes do vídeo;

· O detalhamento preciso sobre a hora e local de cada cena.

Para facilitar o processo, o ideal é compartilhar tais agendamentos on-line com o time responsável. Plataformas como a do Bitrix24 permitem, por exemplo, que as equipes atuem de forma colaborativa e compartilhem os documentos e cronogramas com atualizações em tempo real. O que, para o calendário de uma produção de vídeo, pode trazer inúmeras vantagens!

9. Lembrem-se que a equipe é a chave para fazer o projeto acontecer

Os projetos de vídeo ou de qualquer outra abordagem dependem da atividade humana. Então, você precisará gerenciar o seu time e garantir que, além de fazer o que for preciso, eles estejam motivados com o trabalho.

Delegue as funções pensando nas suas personalidades e habilidades, defina quem será o responsável por cada etapa e compartilhe, de forma transparente, quais são os objetivos daquele projeto.

Quanto mais eles estiverem envolvidos, maior será o seu comprometimento para que cada quadro de storyboard saia do papel e ganhe vida de um jeito incrível. Sem dúvidas, é um conceito-chave!  

10. Programem, igualmente, o processo de pós-produção

Quem dera a gravação do vídeo fosse a etapa final para concluir os esforços da campanha de marketing. Depois que as gravações estiverem plenamente finalizadas, dediquem a atenção necessária ao estágio de pós-produção, direcionando as atividades finais de sua equipe (antes da divulgação).

Para melhorar o processo de edição, economizando o tempo e reduzindo o estresse, atingindo melhores resultados, indica-se:

· Sincronizar os feedbacks em tempo real, adicionando comentários para a edição e revisão;

· Visualizar um histórico completo dos arquivos envolvidos com aquele projeto de vídeo – bem como as alterações que possam ter sido realizadas;

· Notificar, instantaneamente, os editores, assim que haja a solicitação de retificação de algum detalhe ou que alguma etapa tenha sido aprovada.

Então, ao fim do trabalho, seguindo tais etapas, a tendência é que tudo possa ter sido concretizado de forma otimizada – e muito mais produtiva.


Conclusão

Em projetos de vídeo, tudo deve estar conectado: os recursos, as soluções criativas, o cronograma, o objetivo, o gerenciamento de ideias e a imagem que pretende ser vislumbrada em meio ao público-alvo.

Portanto, os times e os membros envolvidos devem se dedicar para compartilhar e interagir de modo que cada conceito básico não passe despercebido e esteja, de fato, interligado. Através das dicas e dos parâmetros mencionados ao longo deste artigo, esperamos que a sua equipe esteja pronta para colocar a gestão de projetos envolvendo vídeos em prática – da melhor forma possível, claro.

Lembre-se, ainda, que organizar o workflow através de uma interface de gestão de qualidade contará benefícios múltiplos. Por isso, considere explorar o Bitrix24 e as suas funcionalidades relacionadas, incluindo: a criação de calendários compartilhados, geração de relatórios em tempo real, comunicação ao vivo, edição e compartilhamento de arquivos, pré-aprovação de documentos, geração de modelos e muito mais. Aproveite!


Mais do que um sistema de gestão de projetos, um pacote de trabalho on-line completo

Uma única plataforma para administrar seus negócios 

EXPERIMENTE AGORA!



Free. Unlimited. Online.
O Bitrix24 é um local onde todos podem se comunicar, colaborar em tarefas e projetos, gerenciar clientes e fazer muito mais.
Cadastrar
Você pode gostar também
Gestão de equipes remotas: 7 dicas
O guia definitivo para automação de vendas em 2022
Como construir uma cultura empresarial de sucesso: 10 dicas para líderes e fundadores
10 conceitos básicos e essenciais para a gestão de projetos de vídeo