Cadastrar

As principais tendências de gerenciamento de projetos em 2022

As principais tendências de gerenciamento de projetos em 2022
Equipe Bitrix24
21 de fevereiro de 2022
Última atualização: 21 de fevereiro de 2022

Os gestores de projetos e suas equipes precisam acompanhar, frequentemente, as necessidades do momento. Então, nada melhor do que conferir as tendências de gerenciamento de projetos esperadas para este ano e futuro próximo. Acompanhe a leitura na íntegra e obtenha insights poderosos para aplicar em sua companhia. 

Perguntas frequentes

Qual é o significado de gerenciamento de projetos?

O gerenciamento de projetos foi pensado para que os projetos fossem realizados de forma mais rápida, segura e eficiente. O objetivo é agrupar ações, habilidades, ferramentas, técnicas, conhecimentos e ideias para que as atividades fluam, do início ao fim. Isso é feito a partir de: planejamento, execução e monitoramento. Quando aplicada, a gestão de projetos leva a melhores práticas para que se obtenha o sucesso – cumprindo com os propósitos do projeto.

O que é gerenciamento de projetos moderno?

O gerenciamento de projetos moderno é a aplicação de técnicas e estratégias que as empresas usam para se adaptar rapidamente para entregar produtos, serviços ou projetos de qualidade em muito menos tempo. A gestão moderna também envolve atuar, paralelamente, com as tendências de gerenciamento de projetos, como: flexibilidade e controle constantes atrelados a conceitos de soft skills, design thinking e Big Data.

Quais são as tendências em gerenciamento de projetos?

As tendências de gerenciamento de projetos mais atuais e modernas são:

  • Trabalho remoto com equipes geograficamente distribuídas;

  • Colaboração e gerenciamento on-line;

  • Treinamentos e capacitações virtuais;

  • Abordagens de gestão ágil em projetos;

  • Redução de ciclo de vida de projetos;

  • Relevância de soft skills;

  • Flexibilidade no trabalho e controle de qualidade constante;

  • Design thinking;

  • Big Data. 

Qual será o futuro do gerenciamento de projetos?

Devido a alta concorrência, o futuro na gestão de projetos estará muito relacionado em/com:

  • Resolver os problemas dos consumidores com inovação;

  • Gerar respostas rápidas, que se adaptam às necessidades momentâneas;

  • Gerenciar projetos com base em insights reais, gerados por coletas de dados;

  • Reduzir o tempo de vida de projetos para aumentar oportunidades;

  • Atuar com talentos de diversas partes do mundo, expandindo o trabalho remoto;

  • Operar com maior flexibilidade, mas saber se autogerenciar;

  • Desenvolver as suas soft skillsem vez de prezar apenas pela técnica;

  • Adquirir experiência por formações no ramo mesmo que pela internet. Inclusive, em instituições renomadas internacionalmente.

 

As tendências de gerenciamento de projetos que você precisa conhecer e aplicar

Quando bem aplicada, a gestão de projeto leva ao cumprimento dos requisitos e alcance de sucesso envolvendo as suas atividades. Mas em um mundo em constante evolução, é importante se manter atento às novas oportunidades e buscar formas inovadoras e mais eficientes de administrar os seus próprios projetos.

Abaixo, confira as tendências recentes em gerenciamento de projetos e já vá pensando em implementá-las com o seu grupo de trabalho!

Trabalho remoto com equipes de várias partes do mundo

Antigamente, a distância geográfica era uma barreira na contratação de talentos e de alcance de mercados globais. Sem contar o fato de que aumentava os custos operacionais. Mas hoje, uma das principais tendências de gerenciamento de projetos vem para quebrar o paradigma: o ato de trabalhar com times geograficamente dispersos.

Existem várias razões pelas quais um projeto possa querer ou precisar de pessoas de diferentes partes do mundo. Quer alguns exemplos?

  • Dependendo da área, sobretudo se for um projeto voltado para a TI, pode ser muito mais econômico e viável atuar com profissionais experientes e terceirizados da Índia, por exemplo.

  • Se uma empresa brasileira quer alcançar um mercado estrangeiro, talvez ela tenha que ter algum colaborador nativo do país de origem para compreender o mercado e aumentar os seus índices de sucesso.

  • Ou, ainda, aquele talento tão cobiçado e com habilidades únicas pode ser um funcionário que vive em outro país.

Como você pode ver, os cenários podem ser os mais variados possíveis. No entanto, o que realmente é relevante compreender é que, cada vez mais, as equipes de projetos não só trabalharão remotamente. Elas também irão fazê-lo com colegas de variadas partes do mundo à medida que forem crescendo.

Obviamente, existem muitos desafios na integração de equipes distribuídas geograficamente, seja de comunicação, equilíbrio de fusos horários, diferença culturais. Todavia, indiscutivelmente, o esforço pode valer muito a pena (ou mesmo ser necessário). Então, isso não impede que ela seja uma das grandes tendências futuras de gerenciamento de projetos – que já está presente, em muitos negócios, atualmente.

Colaboração e gerenciamento on-line

O avanço da tecnologia trouxe novas maneiras de colaborar e gerenciar o trabalho através de plataformas remotas. Mesmo que elas não tenham sido criadas para a gestão de projeto em si, são excelentes para tais grupos por vários motivos. Não é à toa, então, que se enquadram como uma das principais tendências de gerenciamento de projetos.

Por meio de tais sistemas, as equipes de projetos podem se comunicar, colaborar, compartilhar arquivos, gerenciar, visualizar tarefas e calendários. No caso do Bitrix24, por exemplo, além de tudo isso, pode-se criar e editar documentos em tempo real e acompanhar o andamento do trabalho a partir de qualquer lugar, graças a um aplicativo para dispositivos móveis de qualidade. Vale a pena explorar!


Mais do que um gerenciamento de projetos, um pacote de trabalho on-line completo

Uma única plataforma para administrar seus negócios

Experimente agora!


Treinamentos e capacitações virtuais

Uma coisa é certa: estudar remotamente e adquirir conhecimentos ou habilidades on-line é um desafio e tanto. Já que requer foco, autodisciplina e força de vontade.

Todavia, a cada dia que passa, aumenta consideravelmente o número de profissionais de gestão de projetos que busca cursos, treinamentos ou atualizações on-line. Seja pela economia de custos (que é visível), democratização do ensino on-line ou praticidade em estudar longe da sala de aula.

Paralela à necessidade, a internet está repleta de podcasts, cursos e conferências virtuais de alavancam a aquisição de conhecimento e qualificações envolvendo o nicho. Então, sem dúvidas, é uma das tendências de gerenciamento de projetos que merece ser acompanhada.

Abordagem de gestão ágil

As tendências de gerenciamento de projetos vão se modificando ao longo do tempo e aos requisitos do próprio mercado. Seguindo este princípio, equipes de todo o mundo vêm trabalhando com uma gestão ágil de projetos.

Mas o que isso significa, afinal? Em vez de operar em projetos pautados em métodos tradicionais, os times que adotam metodologias ágeis se preparam para responder prontamente a mudanças e instabilidades. A ideia principal é dividir o trabalho em etapas menores e coordená-las em estágios para cumprir com o todo.

Um dos exemplos de tendências modernas em gerenciamento de projetos é o quadro scrum. Por meio dele, utiliza-se da colaboração em equipe, coordenação do workflow e divisão de tarefas para cumprir com os propósitos mesmo em um cenário onde possam existir adversidades.

Assim, até projetos complexos são capazes de prosperar, progredindo de forma mais ágil que a habitual. Sem contar que as metodologias ágeis permitem identificar erros nos estágios inferiores à conclusão do projeto, buscando maneiras de contorná-los para chegar ao desfecho esperado.

Redução do ciclo de vida dos projetos

O mundo nunca esteve tão acelerado e volátil como atualmente. A todo instante, coisas vem e vão. E isso vale para as necessidades, produtos e serviços. Como consequência, uma das tendências modernas em gerenciamento de projetos está na redução dos seus ciclos. Ou seja, no seu período para conclusão.

Projetos que levariam anos para serem finalizados precisam ser entregues e gerar resultados em meses. E tal situação vem colocando uma demanda frequente sobre equipes e gerentes, que precisam comprimir tal ciclo para chegar aos resultados no tempo esperado.

Além das metodologias ágeis, que já citamos em um tópico anterior, outras práticas podem ser abordadas para cumprir com tal princípio, como o planejamento em ondas sucessivas (conhecido como rolling wave).   

Relevância para as soft skills ou habilidades interpessoais

O mercado vem exigindo, constantemente, que os colaboradores desenvolvam as suas soft skills. Este conceito aborda as habilidades comportamentais (ou interpessoais), ligadas ao próprio indivíduo. E embora ele seja essencial, infelizmente, ainda é pouco explorado nas micro e pequenas empresas.

Mas por que, exatamente, as soft skills estariam relacionadas com essas tendências de gerenciamento de projetos? A questão é que o comportamento pessoal do funcionário é tão importante quanto as suas qualificações técnicas. Sobretudo quando se trabalha como um time!

De natureza emocional, mental e social, as soft skills refletem muito sobre o relacionamento de um colaborador em seu ambiente de trabalho. O que pode simplificar (ou não) o workflow geral durante o ciclo de vida de um projeto. É por isso que ele se torna tão importante!

O grande desafio é que as soft skills, diferentemente das hard skills, não podem ser obtidas com cursos ou treinamentos. Já que estão intimamente ligadas com a inteligência emocional de cada indivíduo, de forma particular.

Portanto, equipes de projetos devem prestar muita atenção em soft skills dos atuais ou futuros membros do seu grupo de trabalho. Afinal de contas, elas influenciam, mesmo que indiretamente, sobre os níveis de produtividade, interação, motivação e qualidade como um todo.

Flexibilidade e indicadores de produtividade

O trabalho remoto e o home office são mais do que tendências recentes em gerenciamento de projetos, eles já são realidade! Junto com tais sistemas de trabalho, surge a necessidade de flexibilizar para atingir melhores resultados. E para acompanhá-la, como um efeito dominó, é preciso contar com poderosos indicadores de produtividade e performance dos funcionários.

Em uma ampla esfera, a tendência é que o gerenciamento de projetos sofra um olhar ainda mais crítico, visando garantir um ótimo desempenho. Em todas as suas etapas.

Design thinking

O ato de associar o design thinking é uma das maiores tendências futuras de gerenciamento de projetos, que até já vem sendo aplicada por companhias modernas e inteligentes. O propósito principal é suprir as necessidades dos consumidores, resolvendo seus problemas, de tal maneira que gere valor para eles e represente uma oportunidade de mercado.

As companhias que já vem percebendo a importância do design thinking vêm saindo à frente da concorrência por abordarem a inovação para resolver problemas, atuando de forma única e valorizada. Portanto, as equipes e gestores devem estar antenadas à esta tendência para suprir as lacunas que não poderiam ser tratadas por meio de metodologias de projeto tradicionais.

Big Data

Dentre as tendências de gerenciamento de projetos, a Big Data é uma das quais ainda não é muito compreendida pelo público em geral. Trata-se de realizar amplas coletas de dados e avaliar de que forma eles podem ser usados para cumprir com algum propósito do projeto (de forma especial) ou da companhia (pensando em uma visão ampla).

Independente do fim, o que é realmente crucial compreender é que os dados podem se tornar em insights de alta relevância. Desde que sigam visões claras, estratégicas e sejam bem analisados. Então, eles podem ser explorados pelos administradores e gerentes de projetos a fim de trabalhar com metas específicas. Gerando, assim, resultados.

O ideal é que, em paralelo a gestão de projetos, empresas que decidam gerar insights via Big Data trabalhem com ferramentas completas de Business Intelligence. Assim, pode-se usar os dados com inteligência e de maneira sistemática para implementar projetos com maior efetividade, aumentando as próprias chances de sucesso.

 

O que era para ser tendência já se torna a nova realidade

Pode até ser que muitas das tendências de gerenciamento de projetos mencionadas neste guia sejam completamente desconhecidas por algumas equipes de projetos. E não há problema algum nisso! No entanto, é crucial levar em consideração que o que é novidade e tendência para muitas empresas já é a realidade e faz parte do dia a dia daquelas que estão na frente da concorrência – e são imensamente inovadoras.

Portanto, se você (como gestor) ou a sua empresa desejam se sobressair, é mais importante do que nunca tornar o gerenciamento de projetos moderno como uma verdade dentro do seu workflow. O quanto antes for possível!

Isso porque os negócios que são capazes de reconhecer as tendências e atuar pautadas nelas se preparam para viver uma realidade mais ágil e adquirem vantagem competitiva – superando as adversidades de mercado.

Se você não faz ideia por onde começar, reserve um tempo para se dedicar ao estudo aprofundado de cada um dos tópicos citados aqui. Assim, será mais fácil obter um direcionamento que o permita aplicar na prática. Por sorte, lembre-se que há vários materiais gratuitos ou mesmo treinamentos e capacitações on-line que podem te ajudar com isso. Depois, é só gerenciar e colher os bons resultados!


Mais do que um gerenciamento de projetos, um pacote de trabalho on-line completo

Uma única plataforma para administrar seus negócios

Experimente agora!


Free. Unlimited. Online.
O Bitrix24 é um local onde todos podem se comunicar, colaborar em tarefas e projetos, gerenciar clientes e fazer muito mais.
Cadastrar
Você pode gostar também
6 dicas simples para uma gestão eficaz de equipe
8 dicas de marketing digital para restaurantes
4 segredos para uma melhor gestão do tempo: comunicação assíncrona
As 10 melhores ferramentas de marketing gratuitas em 2021